ÁGUA RESIDUÁRIA DE LATICÍNIO EM CODIGESTÃO COM DEJETOS DE BOVINOS LEITEIROS

  • Aline Fernandes Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas.
  • Paula Maria Pilotto Branco Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
  • Max Ternero Cangani Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú
  • Jorge de Lucas Júnior Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas.

Resumo

O trabalho objetivou avaliar o efeito da codigestão de água residuária de laticínio com dejetos bovinos em biodigestores do tipo batelada sobre a produção de biogás. Avaliou-se o efeito da inclusão de água residuária de laticínio (ARL): 0% de ARL, 50% de ARL, 77,5 % de ARL, 100% de ARL com 8% de sólidos totais (ST) e tratamento com 100% de ARL com 1,8% de sólidos totais. Para análise dos dados considerou-se um delineamento inteiramente casualizado, utilizando-se o programa SAS® com nível de significância de 5%. Para a variável analisada, produção total de biogás, houve resposta da substituição da agua potável pela agua residuária de laticínio com 8% de ST no volume de biogás produzido, apresentando maiores médias quando comparado ao tratamento com 1,8 de ST. Para as variáveis de potenciais de produção exceto pela produção por kg de sólidos voláteis reduzidos houve diferença significativa para o tratamento com 50% de ARL e ST 8%. O aproveitamento da água residuária para compor substrato em codigestão com dejetos bovinos leiteiros apresentou condições favoráveis de produção de biogás.

Biografia do Autor

Aline Fernandes, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas.
Engenharia Rural
Paula Maria Pilotto Branco, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
Medicina Veterinária Preventiva 
Max Ternero Cangani, Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú
Zootecnia
Jorge de Lucas Júnior, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas.
Engenharia Rural
Publicado
2018-11-30
Seção
Fontes Convencionais e Alternativas de Energia e seu uso Racional na Agricultura