POTENCIAL DA ÁREA IRRIGÁVEL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO VERDÃO, REGIÃO SUDOESTE DO ESTADO DE GOIÁS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2022v27n2p328-342

Resumo

POTENCIAL DA ÁREA IRRIGÁVEL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO VERDÃO, REGIÃO SUDOESTE DO ESTADO DE GOIÁS

 

 

PATRÍCIA ALVES LEÃO DE CASTRO1 E GILMAR OLIVEIRA SANTOS2

 

1 Departamento de Agronomia. Universidade de Rio Verde, Rio Verde, Goiás, Brasil. Fazenda Fontes do Saber, s/n, CEP: 75.901-970, Rio Verde, Goiás, Brasil. E-mail: patricialeao.castro@hotmail.com.

2 Departamento de Agronomia. Universidade de Rio Verde, Rio Verde, Goiás, Brasil. Fazenda Fontes do Saber, s/n, CEP: 75.901-970, Rio Verde, Goiás, Brasil. E-mail: gilmar@unirv.edu.br.

 

 

1 RESUMO

 

A quantificação da disponibilidade hídrica pode propiciar a tomada de decisão na gestão e planejamento dos recursos hídricos ou até mesmo na aquisição de novas áreas agrícolas que possuem o propósito de fazer agricultura irrigada. Portanto, o objetivo desse trabalho foi determinar o potencial de área irrigável da bacia hidrográfica do Rio Verdão (BHRV), região sudoeste do estado de Goiás. As outorgas utilizadas foram de captação direta superficial de fevereiro de 2019 destinadas as atividades de irrigação, bombeamento, abastecimento público e pisciculturaA vazão específica foi definida pela Instrução Normativa vigente e o processamento dos dados georreferenciados foi realizado através do Software ArcGis 10.5. As sub-bacias hidrográficas com maior potencial de irrigação são as dos Rios São Tomás (6.471 L s-1), Verdinho (5.652 L s-1) e Ponte de Pedra (2.172 L s-1). Há 125 sub-bacias hidrográficas que ainda não há usuários da água. A BHRV possui disponibilidade hídrica para irrigar 33,5% da área apta para implantação de sistemas de irrigação distribuídas em toda a sua extensão, exceto nas bacias que apresentaram índices de comprometimento acima de 50%. O potencial de área irrigável total da bacia é de 33.898 ha, podendo assim, gerar aproximadamente 50,4 mil empregos e renda na região.

 

Palavras-chave: vazão, captação, outorga, irrigação, sensoriamento remoto.

 

 

CASTRO, P. A. L. de; SANTOS, G. O.

POTENTIAL OF THE IRRIGABLE AREA OF THE RIO VERDÃO HYDROGRAPHIC BASIN, SOUTHEAST REGION OF THE STATE OF GOIÁS

 

 

2 ABSTRACT

 

The quantification of water availability can promote decision-making in the management and planning of water resources or even in the acquisition of new agricultural areas that have the purpose of making irrigated agriculture. Therefore, the objective of this work was to determine the irrigable area potential of the Rio Verdão hydrographic basin (BHRV), southwest region of the state of Goiás. The grants used were for direct surface capture from February 2019, unlocking the irrigation, pumping, public supply and pisciculture. The specific flow was defined by the current Normative Instruction and the processing of georeferenced data was performed using the ArcGis 10.5 Software. The hydrographic sub-basins with the greatest irrigation potential are those of the São Tomás Rivers (6,471 L s-1), Verdinho (5,652 L s-1) and Ponte de Pedra (2,172 L s-1). There are 125 sub-basins that do not yet have water users. BHRV has water availability to irrigate 33.5% of the area suitable for implantation of irrigation systems distributed over its entire length, except in basins with levels of impairment above 50%. The total irrigable area potential of the basin is 33,898 ha, thus being able to generate approximately 50.4 thousand jobs and income in the region.

 

Keywords: flow rate, capture, grant, irrigation, remote sensing.

Biografia do Autor

Patrícia Alves Leão de Castro

Engenheira Ambiental, Agrônoma e Mestranda em Agronomia.

Gilmar Oliveira Santos, Universidade de Rio Verde

Engenheiro Ambiental pela Fundação Educacional de Fernandópolis (FEF), Mestre em Agronomia pela UNiversidade Estadual Paulista (UNESP - Ilha Solteira) e Doutor em Agronomia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP - Jaboticabal).

Atualmente sou Profesor Adjunto Nível I da Universidade de Rio Verde, em Rio Verde, GO, atuando nas áreas de climatologia e recursos hídricos.

Experiência na área de área de publicação de Livro e Software que auxiliam no manejo hidro, agrícola e ambiental.

Downloads

Publicado

2022-06-29

Como Citar

CASTRO, P. A. L. de; SANTOS, G. O. POTENCIAL DA ÁREA IRRIGÁVEL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO VERDÃO, REGIÃO SUDOESTE DO ESTADO DE GOIÁS. IRRIGA, [S. l.], v. 27, n. 2, p. 328–342, 2022. DOI: 10.15809/irriga.2022v27n2p328-342. Disponível em: https://revistas.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/4571. Acesso em: 27 jan. 2023.