QUALIDADE DE RAÍZES DE BATATA-DOCE EM FUNÇÃO DAS CULTIVARES E DO ARMAZENAMENTO

  • Carla Verônica Corrêa Faculdade de Ciências Agronômicas – Botucatu, SP
  • Aline Mendes de Sousa Gouveia Faculdade de Ciências Agronômicas – Botucatu, SP
  • Regina Marta Evangelista Faculdade de Ciências Agronômicas – Departamento de Horticultura
  • Antônio Ismael Inácio Cardoso Faculdade de Ciências Agronômicas – Departamento de Horticultura

Resumo

Com o objetivo de avaliar a qualidade de cultivares de batata-doce, instalou-se um experimento, no período de março a agosto de 2014, na Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 3,com duas cultivares  (Canadense e Uruguaiana) e três períodos de armazenamento (0; 7 e 14 dias), com cinco repetições. As características avaliadas foram: pH, acidez titulável, sólidos solúveis, açúcares redutores, amido e umidade. As cultivares avaliadas e o tempo de armazenamento influenciaram as características qualitativas das raízes de batata-doce, exceto para o conteúdo de sólidos solúveis. O período de armazenamento das raízes afetou de maneira diferenciada as características qualitativas da batata-doce independente da cultivar avaliada.

Publicado
2016-12-08