A PLURIATIVIDADE E O POTENCIAL ECONÔMICO DECORRENTE DA PRODUÇÃO DE MANDIOCA – A EXPERIÊNCIA DO ASSENTAMENTO CASA BRANCA

Ernandes Barboza Belchior, Jozeneida Lúcia Pimenta de Aguiar, Tito Carlos Rocha de Sousa, Camila Ferreira Lobo

Resumo


Este trabalho examina a experiência pluriativa dos produtores rurais doassentamento Casa Branca, no município de Cristalina-GO. O estudo procura caracterizar apluriatividade como uma estratégia de reprodução social e econômica das unidades familiaresprodutoras de mandioca. A pluriatividade pode ser entendida como uma forma de trabalhofamiliar em que os indivíduos que a compõem passam a se dedicar a atividades econômicas eprodutivas, não necessariamente ligadas à agricultura e ao cultivo da terra. Juntamente com aprodução agrícola da mandioca concorrem outras atividades que, em função dascaracterísticas de ocupação e remuneração e necessidades sociais, redefinem o tempo deprodução nas unidades agrícolas familiares, criando uma dinâmica em que o potencialeconômico decorrente do complexo agroindustrial de mandioca se torna sobrevalorizado.Nosso enfoque está em demonstrar que, apesar das diferentes atividades agrícolasdesenvolvidas no assentamento, este complexo agroindustrial poderia ser melhor exploradodado seu potencial econômico presente no município

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.