ADUBAÇÃO NITROGENADA EM MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz):PRODUÇÃO DE MASSA SECA

Eva Aparecida de Souza, Roberto Oscar Pereyra Rossiello, Adelson Paulo de Araújo, Eduardo Lima

Resumo


Desenvolveu-se um experimento de campo no período de maio de 1999 a junho de 2000na PESAGRO/EEI/RJ, Seropédica, RJ, com o objetivo de avaliar a produção de massa seca dacultura da mandioca submetida à adubação nitrogenada. Utilizou-se o delineamento estatístico deblocos ao acaso, com 15 tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram fontes de uréia,nitrocálcio e sulfato de amônio combinadas com doses de N (0;60;120;160 e 200 Kg ha-1 e N). Aossete meses após o plantio, a aplicação de uréia proporcionou maior produção de massa seca total,em relação ao nitrocálcio devido, em parte, a maior produção de raízes (+85%) e caule (+55%). Aos11 meses após o plantio, a adubação com uréia contribuiu com maior produção de massa seca defolhas (+66%), e caule (+69%) em relação ao sulfato de amônio e nitrocálcio. Já aos treze mesesapós o plantio, a adubação com nitrocálcio e sulfato de amônio proporcionaram rendimento de massaseca de raiz 20% superior ao da uréia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.