INTERVALOS DE IRRIGAÇÃO NO CULTIVO DE TOMATEIRO PARA PROCESSAMENTO v

  • Ênio Eduardo Basílio Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
  • Adelmo Golysnki Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
  • Anselmo Afonso Golynski Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
  • Cícero José da Silva Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
  • Danilo Silva de Oliveira Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
  • Robson Ferreira Dias Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go

Resumo

Intervalos de irrigação no cultivo de tomateiro para processamento

 

 

Ênio Eduardo Basílio1; Adelmo Golysnki2; Anselmo Afonso Golynski2; Cícero José da Silva2; Danilo Silva de Oliveira1 e Robson Ferreira Dias3

 

1 Mestres em Olericultura, Técnico Administrativo do Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos – GO, Rod. Br 153, Km 633, Zona Rural Morrinhos – GO, CEP: 75650-000, Brasil, enio.basilio@ifgoiano.edu.br; danilo.oliveira@ifgoiano.edu.br;

2 Professores do Curso de Agronomia e Mestrado Profissional em Olericultura do Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos – GO, Rod. BR 153, Km 633, Zona Rural Morrinhos – GO, CEP: 75650-000, Brasil, adelmo.golynski@ifgoiano.edu.br; anselmo.golynski@ifgoiano.edu.br; cicero.silva@ifgoiano.edu.br;

3 Técnico em Agropecuária, Técnico Administrativo do Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos – GO, Rod. Br 153, Km 633, Zona Rural Morrinhos – GO, CEP: 75650-000, Brasil, robson.dias@ifgoiano.edu.br;

 

 

1 RESUMO

 

O objetivo da pesquisa foi avaliar por dois anos consecutivos a influência de intervalos de irrigação sob a produtividade de dois híbridos de tomateiro para processamento, irrigados por aspersão convencional, nas condições de cerrado do Sul de Goiás. O experimento foi instalado no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições, no esquema de parcelas subdivididas. Nas parcelas, utilizaram-se dois híbridos de tomateiro (BRS Sena e Heinz 9553) e nas subparcelas cinco intervalos de irrigação (1, 3, 5, 7 e 9 dias). Na colheita, avaliou-se a percentagem de transformação de flor em frutos (%FL/FT), a produtividade total de frutos (PTF), a percentagem de frutos verdes (%FV), maduros (%FM) e podres (%FP), a produtividade da água (PA) e os teores de sólidos solúveis totais (SST). O BRS Sena apresentou maiores teores de SST do que o Heinz 9553. O melhor intervalo de irrigação para obter maior %FL/FT, PTF e PA, depende do híbrido e das condições edafoclimáticas. Maiores intervalos de irrigação proporcionam menor incidência de %FP e maior %FV, independentemente do híbrido e do ano de avaliação. A utilização de intervalos de irrigação de acordo com cada híbrido demonstra ser uma alternativa para o aumento da PTF, o que influencia diretamente PA.

 

Palavras-chave: Solanum lycopersicum Mill, turno de rega, produtividade da água, estresse hídrico.

 

 

Basílio, E. E.; GolysnkI, A.; Golynski, a. a.; Silva, C. j. da; Oliveira, d. s. de; Dias, r. F.

IRRIGATION INTERVALS IN TOMATO CULTIVATION FOR INDUSTRIAL PROCESSING

 

 

2 ABSTRACT

 

The aim of the research was to evaluate for two consecutive years irrigation intervals influence in the productivity of two tomato hybrids for industrial processing, irrigated by conventional spraying, in Cerrado conditions in South of Goiás. The experiment was conducted under a randomized complete block design, with four replications, in subdivided plot scheme. In the plots, two tomato hybrids (BRS Sena and Heinz 9553) were used and in the subplots five irrigation intervals (1, 3, 5, 7 and 9 days). At harvest, percentage of flower transformation in fruits (% FL/FT), total fruit productivity (PTF), green fruits percentage (%FV), mature (%FM) and rotten (% FP), water productivity (PA) and total soluble solids (SST) were assessed. BRS Sena presented higher levels of SST than Heinz 9553. The best irrigation interval to obtain higher % FL/FT, PTF and PA, depends on hybrid and edaphoclimatic conditions. Larger irrigation intervals provide lower incidence of %FP and higher %FV, regardless of the hybrid and the evaluation year. The use of irrigation intervals according to each hybrid proves to be an alternative for the increase of PTF, which directly influences PA.

 

Keywords: Solanum lycopersicum Mill, irrigation interval, water productivity, water stress.

Biografia do Autor

Ênio Eduardo Basílio, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Mestre em Olericultura e Tecnólogo em Irrigação e Drenagem. Pesquisador da área de Irrigação e Drenagem e com a cultura do tomateiro para processamento industrial
Adelmo Golysnki, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Professor doutor do curso de agronomia do Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos-GO. Pesquisador da área de fitotecnia e da cultura do tomateiro para processamento industrial.
Anselmo Afonso Golynski, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Professor doutor do curso de agronomia do Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos-GO. Pesquisador da área de fitotecnia e da cultura do tomateiro para processamento industrial.
Cícero José da Silva, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Professor mestre do curso de agronomia do Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos-GO. Pesquisador da área de irrigação e drenagem e da cultura do tomateiro para processamento industrial.
Danilo Silva de Oliveira, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Mestre em Olericultura e Engenheiro Agronônomo. Pesquisador da área de fitotecnia e com a cultura do tomateiro para processamento industrial
Robson Ferreira Dias, Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos Go
Graduando em Química. Técnico em Agropecuáriua. Pesquisador da área de fitotecnia e com a cultura do tomateiro para processamento industrial
Publicado
2019-12-16
Seção
Artigos