ORBITAL AND SURFACE EVAPOTRANSPIRATION COMPARED TO FAO-56 STANDARD IN STATE OF ACRE

  • Rafael Coll Delgado Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Leonardo Paula de Souza Universidade Federal do Acre http://orcid.org/0000-0002-4522-8020
  • Marcos Gervásio Pereira Departamento de Ciências Florestais
  • Catherine Torres de Almeida Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
  • Rafael de Ávila Rodrigues Universidade Federal de Goiás

Resumo

ORBITAL AND SURFACE EVAPOTRANSPIRATION COMPARED TO FAO-56 STANDARD IN STATE OF ACRE

 

 

RAFAEL COLL DELGADO1; LEONARDO PAULA DE SOUZA2; MARCOS GERVASIO PEREIRA3; CATHERINE TORRES DE ALMEIDA4 E RAFAEL DE ÁVILA RODRIGUES5

 

1Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Professor Doutor do Instituto de Florestas, Departamento de Ciências Ambientais, UFRRJ, CEP 23890-000, Seropédica, RJ, Brasil, rafaelcolldelgado32@gmail.com;

2Universidade Federal do Acre, Professor Doutor do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza, UFAC, CEP 69.920-900, Rio Branco, AC, Brasil,  leonardo.acre@gmail.com;  

3Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Professor Doutor do Departamento de Solos, UFRRJ, CEP 23890-000, Seropédica, RJ, Brasil,  mgervasiopereira01@gmail.com;

4Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Doutoranda em Sensoriamento Remoto, INPE, CEP 65250-000, São José dos Campos, SP, Brasil, cathe.torres@gmail.com;

5Universidade Federal de Goiás, Professor Doutor da Unidade Acadêmica Especial, Instituto de Geografia, UFG, CEP 75704-020, Catalão, GO, Brasil, rafael.avila.rodrigues@gmail.com.

 

 

1 ABSTRACT

 

Evapotranspiration is a critical component of the hydrological and life cycles, with a major impact on water consumption by the population, agricultural activities, and the global climate. This study aims to compare the reference evapotranspiration (ETo) eight different empirical methods with the FAO-56 standard, using orbital and surface data for the years 2003 and 2008 in the State of Acre. For surface data methods, the Irmak-2 and Val-4 showed a higher performance and the Alexandris method showed the worst performance compared with the FAO-56 standard. The spatial distribution of ETo derived of the orbital data method were compared based on the annual mean, presenting lower ETo (2.26 mm d-1) in 2003 and higher average (3.94 mm d-1) in 2008. This interannual variability of ETo may be associated with moderate El Niño events in 2003 and strong La Niña in 2008. The statistical analysis showed satisfactory results of the evapotranspiration mean values for the years 2003 and 2008 obtained by MODIS sensor data, but it is important to have a greater representation of weather stations in the state for future studies. The results serve as a subsidy for water demand estimates of vegetation, as well for biomass productivity and changing landscape studies.

 

Keywords: orbital platforms, water availability, weather stations.

 

 

DELGADO, R. C.; SOUZA, L. P.; PEREIRA, M. G.; ALMEIDA, C. T.; RODRIGUES, R. A.

EVAPOTRANSPIRAÇÃO ORBITAL E DE SUPERFÍCIE COMPARADOS AO PADRÃO FAO-56 NO ESTADO DO ACRE

 

 

2 RESUMO

 

A Evapotranspiração é um componente crítico do ciclo hidrológico e da vida, com grande impacto no consumo de água pela população, em atividades agrícolas e no clima global. O presente trabalho tem por objetivo comparar a evapotranspiração de referência (ETo) a partir de diferentes métodos ao padrão FAO-56, utilizando dados orbitais e de superfície para os anos de 2003 e 2008 no Estado do Acre. Para os dados de superfície, o Irmak-2 e o Val-4 mostraram um maior desempenho e o método proposto por Alexandris o pior desempenho em comparação ao padrão FAO-56. A distribuição espacial dos valores de ETo foi comparada com base nos valores médios anuais, sendo que o período de 2003 apresentou ETo mais baixa (2.26 mm d-1) e o ano de 2008 os valores mais elevados (3.94 mm d-1). Esta variabilidade de ETo pode estar associada aos eventos de El Niño moderado em 2003 e La Niña forte em 2008. A análise estatística apresentou resultados satisfatórios dos valores médios para os anos de 2003 e 2008 de evapotranspiração obtidos pelo sensor MODIS, porém é importante que haja uma maior representativadade das EMS no estado para estudos futuros. Os resultados servem como subsídio para estimativas de demanda hídrica da vegetação, como também para estudos de produtividade de fitomassa e mudança da paisagem.

 

Palavras-Chave: plataformas orbitais, disponibilidade de água, estações meteorológicas.

Biografia do Autor

Rafael Coll Delgado, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Departamento de Ciências Florestais
Leonardo Paula de Souza, Universidade Federal do Acre
Bacharel em Engenharia Agrícola, Especialista em Gestão e Manejo Ambiental em Sistemas Agrícolas (UFLA), Mestrado em Ciências Agrárias (UNB): área de concentração de gestão de solo e água. Atualmente cursando doutorado em Irrigação e Drenagem pela UNESP - Campus de Botucatu.
Marcos Gervásio Pereira, Departamento de Ciências Florestais
Departamento de solos
Catherine Torres de Almeida, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
Sensoriamento Remoto
Rafael de Ávila Rodrigues, Universidade Federal de Goiás
Departamento de Geografia
Publicado
2018-06-18
Seção
Artigos